Estufa

de Vidro

Como reutilizar a terra dos vasos

Reutilizar a terra dos vasos

Reutilizar a terra dos vasos, sim ou não? Muitas opiniões indicam que devemos trocar o substrato sempre que plantamos uma nova planta. Se é verdade? Bem, acredito que possa ser preferível, mas eu, que sou sovina, acho que podemos perfeitamente reutilizar a terra.

Agora, é importante seguir alguns passos para garantir que tudo corre bem!

Quem tem uma horta em vasos, sabe que o substrato não fica barato.  Se trocarmos toda a terra dos vasos a cada Primavera, altura onde, normalmente, refazemos a nossa horta, podemos ficar com uma despesa considerável. Então, como reutilizar a terra dos vasos?

Primeiro, temos que compreender que todas as plantas necessitam de nutrientes. Onde estão esses nutrientes? Na terra/substrato! Assim, se apenas reutilizarmos a terra sem fazer nada, vamos acabar com plantas enfraquecidas.

Conhecer as plantas

Nem todas as plantas precisam da mesma quantidade de nutrientes. As plantas de fruto, como os tomateiros, necessitam de uma quantidade considerável de nutrientes, enquanto que as ervas aromáticas necessitam de muito menos. Portanto, devemos ter em conta a planta que vamos colocar no vaso.

Um truque que costumo utilizar: Onde plantei uma planta exigente, como o tomateiro ou pimenteiro, vou plantar de seguida algo com menos necessidades, como alface ou ervas aromáticas. Isto, claro, depois de nutrir a terra.

Passo-a-passo para reutilizar a terra dos vasos

Reutilizar a terra dos vasos é na verdade bastante simples e, na minha opinião, dá menos trabalho do que trocar a terra todas dos vasos.

  1. Retirar na totalidade a planta velha – Cortar toda a planta e retirar a maior quantidade possível de raízes. Não necessitam de tirar tudo minuciosamente, mas quanto mais melhor;
  2. Deixar a terra secar totalmente – Antes de reutilizar a terra dos vasos devemos deixar que ela seque totalmente. Como? Remexam a terra com frequência e deixem-na secar ao sol, sem nunca a regar. Porquê? Este processo ajuda a eliminar as pragas que possam ter ficado na terra.
  3. Juntar húmus de minhoca – Quando a terra estiver totalmente seca e apenas quanto estiver na altura de colocar uma nova planta, juntar um pouco de húmus de minhoca na terra e misturar bem. Este procedimento vai devolver à terra os nutrientes necessários para a nova planta.
  4. Plantar – Altura de colocar a planta (ou a semente) e ver a magia acontecer!

Dicas extra!

  • Não têm húmus de minhoca e não querem comprar? Podem optar por utilizar adubos naturais.
  • O tamanho dos vasos é muito importante. Se a quantidade de substrato for insuficiente, por mais nutrida que esteja, a vossa planta irá sofrer.
  • Se um dos vasos teve um grande ataque de pulgões ou outra praga, é preferível trocar a terra na totalidade.

Costumam reutilizar a terra dos vasos? Ou optam por comprar nova?

Se tiverem mais dicas, já sabem! Partilhem connosco 🙂

7 Comments

  1. Olá, sou engenheira florestal e achei muito bacana a sua matéria; eu realmente acredito que substrato pode ser reutilizado, desde que você possa nutri-lo constantemente e corretamente. Você mencionou, “Nem todas as plantas precisam dos mesmos nutrientes” , sinto lhe dizer que na verdade todas as plantas precisam de nutrientes em comum, são chamados elementos essenciais ( os macronutrientes N,P,K, Mg,Ca e S; e micronutrientes B, Mo, Cl, Cu, Fe, Mn, Zn e N). Não tema em comprar fertilizantes, eles não fazem mal a você nem à planta!

    • Olá Mel, muito obrigada pelo comentário e pela lista de nutrientes 🙂
      Quando falei em nutrientes pretendia referir-me à quantidade, pois existem plantas que necessitam de um substrato mais rico (como o tomate) e outras que se dão bem com uma terra mais pobre, como as ervas aromáticas.
      Vou acrescentar a palavra “quantidade” para ficar mais claro 🙂
      Esteja à vontade para partilhar mais informações ou correções, estou sempre a aprender 🙂

  2. Muito interessante este post. eu tenho uma infinidade de vasos, e se fosse trocar todo substrato sairia caro. Eu tbm revitalizo só não sabia que deveria deixar a terra secar antes. Obrigada pelas dicas.

    • Olá Sandra!

      Secar antes ajuda a eliminar as pragas na terra, se bem que não é garantido que funcione totalmente 🙂 Se o vaso em questão nunca teve pragas, não necessita de secar. Eu, para jogar pelo seguro, deixo sempre secar!

      Obrigada pelo comentário, boas plantações!

  3. Olá!

    Por também ser “sovina” 🙂 quando comecei a planear a minha horta tentei encontrar uma forma de poder reutilizar o substrato várias vezes. Por essa razão, optei por utilizar casca de coco com vermiculite ou perlite. Como esta mistura é estéril, tem que ser adicionado fertilizante que coloco num local específico dos vasos. Anualmente, o substrato que está em contacto direto com o fertilizante é removido e substituído por outro que acrescento aos vasos. Inspirei-me no conceito da EarthBox e tenho obtido algum sucesso.

Comments are closed.

© 2017 Estufa

Theme by Anders NorenUp ↑