Estufa

de Vidro

Horta em casa – 5 Erros que cometemos

os 5 erros da horta em casa Quando começamos algo novo, seja uma horta em casa ou qualquer outra coisa, é normal cometermos erros. Por mais que se pesquise, por mais que se fale com quem já sabe, acabamos sempre por cometer lapsos que depois podem não ser solucionáveis. Comigo foi assim! Fiz muitas coisas que mais tarde aprendi que não era a melhor forma de fazer.

Como podemos aprender com os erros dos outros, hoje partilho convosco os 5 erros que cometi na minha horta em casa. Não pensem que só cometi 5, mas não queriam que demorassem uma hora a ler isto!

Os meus 5 erros na horta em casa

Sabem aquelas pessoas que nascem com um polegar verde? Pois, eu não sou uma delas! Há uns anos dei em comprar coentros e salsa em vaso, aqueles que se vendem no supermercado. O meu record foram 3 dias. Sim, 3 dias! Passado esse tempo já tudo estava morto. Acabei por desistir e só este ano voltei a pensar nisso.

Após muita pesquisa comecei a minha horta em casa e hoje posso dizer que até tenho sorte! Apesar das condições não serem as ideais, as plantas vingam e contemplam-me com os seus frutos. Isto de ter uma horta em casa é uma jornada, vamos aprendendo a melhor forma de fazer as coisas. Estes 5 erros na horta em casa não os voltarei a repetir, outros virão.

1. Vasos pequenos / Pouca Terra

Sempre li que eram necessários vasos enormes para plantar um simples tomateiro ou pimenteiro, mas achei que “ah, estão a exagerar” e diminui as medidas. Como exemplo, numa floreira de 60cm tenho 2 tomateiros (cereja). É pequeno, mas não é horrível, não é. Dos 9 tomateiros que tenho já colhi 1,5kg de tomates e estão todos em vasos semelhantes. Ou seja, se podemos pôr em vasos mais pequenos? Podemos, mas existem consequências.

  • Regas mais frequentes – Menos terra, menos água acumulada. Com o calor tenho que regar os tomateiros duas vezes por dia e mesmo assim queixam-se.
  • Falta de nutrientes – Menos terra, menos nutrientes. Como quero que sejam bio é uma luta para manter as plantas felizes. Dou graças a coisas como o húmus de minhoca, cascas de ovos, leite e afins.

Agora já não há nada a fazer, mas para o ano já não caio no mesmo erro.

2. Semear em excesso

Inicialmente li que nem todas as sementes germinam. Verdade. Mas não como eu pensava! Quando semeei tomateiros coloquei sementes nas sementeiras como se estivesse a pôr sal na comida. Resultado? Num copo de café tinha uns 20 tomateiros. Verdade. Tive que matar (sacrificar) bastantes para que alguns conseguissem crescer e no fim andei a distribuir mudas de tomateiros a toda a gente que me aparecia à frente. Quem vinha cá a casa levava de oferta um tomateiro ou dois. Atualmente tenho 9 plantas, para o ano só vou ter 4. Numa horta em casa é importante ter em conta o espaço disponível.

3. Desconhecer a expressão Consociação de Culturas

Nem todas as plantas se dão bem e é preciso saber quais se podem plantar com quais no mesmo vaso. Regra básica é apenas juntar plantas que têm as mesmas necessidades. Numa horta em casa é natural que se queira aproveitar vasos, mas é preciso saber a forma correta de o fazer. Juntar coentros e tomilho no mesmo vaso é uma péssima ideia! Os coentros gostam de água e o tomilho prefere um solo mais seco. Mas além das necessidades, existem outras incompatibilidades a nível de distribuição de nutrientes.

Existem várias tabelas sobre consociação de culturas (o que se pode plantar com o quê), podem ver um exemplo aqui.

4. Não planear

Ter uma horta em casa é giro! Vou comprar todos os pacotes de sementes que me aparecem à frente! Não! Tenho sementes para dar e vender e muitas ainda nem sequer plantei. É que afinal tenho uma varanda e não um terreno. Acabei ainda por comprar sementes de coisas que nem costumo comer.

Agora tenho um plano:

  • Fazer uma lista – Uma lista, por escrito, daquilo que mais uso em casa, seja aromáticas ou legumes. Nada de incluir ervas que já se ouviu falar, mas nunca se experimentou.
  • Planear – Ver o espaço disponível, incluindo vasos e pensar naquilo que tenho hipóteses de plantar. Ter em conta a altura ideal para plantar que não é a mesma para todas as plantas.
  • Não adiar – Nunca, mas nunca, pensar “Depois logo vejo”

5. Polinização

Bem, este não foi bem um erro meu, mas apenas porque tive a sorte de visitar um site que tocava neste tema. Aprendi que podemos polinizar plantas como tomateiros, pimenteiros, etc, mas cometi o erro de pensar que tudo se fazia da mesma forma. Errado!

A polinização normalmente é feita pelas nossas amigas abelhas ou até pelo vento. Uma horta em casa que seja numa varanda normalmente temos vento suficiente, portanto poderia não ser necessário, mas por via das dúvidas optei por dar uma ajuda à mãe natureza. Os tomateiros e pimenteiros (entre outros) são auto-polinizáveis portanto basta dar um abanão à planta (vejam como neste vídeo). O meu erro foi pensar que era tudo igual. Não é! O ideal é pesquisarem por cada plantam que tenham. No caso dos pepineiros, a imagem que está abaixo é uma flor fêmea que precisa de uma flor macho. As flores macho não têm o útero, aquele pepino bebé. Neste caso deveria ter transportado pólen (com um pincel fino ou um cotonete) da flor macho para a flor fêmea. Não o fiz, por isso provavelmente as flores vão secar e morrer.

Pepino horta em casa

Espero que os meus erros vos tenham sido úteis! Sei que ainda vou cometer muitos ao longo do caminho, mas sei que a experiência vem com o tempo!

–> Sigam a Estufa no Snapchat para mais novidades — @estufadevidro

19 Comments

  1. As courgettes, aboboras, melão, melancia, basicamente tudo parecido com aboboras (assim assim) tem flores masculinas e femininas e a técnica do pincel funciona.

    • Precisamente! Eu cometi o erro de julgar que eram como os tomateiros e pimenteiros, que são auto-polinizáveis. Hoje uma flor fêmea de pepino abriu e já polinizei! Usei um cotonete em vez de um pincel, vamos ver se corre bem.
      Obrigada!

  2. Bom post! Obrigada pelas dicas, muito úteis para principiantes como eu 🙂

  3. Muito interessante!
    Eu também sou iniciante nestas andanças da agricultura mas estou a amar este “hobby”. Também faço asneiras mas não desisto e começo de novo. O plantar, mexer na terra, ver a planta a crescer é para mim como uma terapia. Estou a reiniciar a alface e estou a principiar com a malagueta, coentros, e as beldroegas!
    A ver vamos!

    • É com as asneiras que se aprende 🙂 E é tão bom vermos o resultado da nossa persistência! 😉
      Boa sorte com as novas plantações!

  4. TENHO 2 PES DE TOMATE, ESTÃO DANDO TOMATES, MAS AAS FOLHAS ESTÃO VELHAS FEIAS AMARELADAS O QUE SERIA? VASO PEQUENO? ADUBO CERTO? SOU CRUA EM HORTA E NÃO SEI COMO TRATAR MEUS TOMATES E PIMENTAS E BERTALHA. DESCULPE NÃO PREENCHER OUTRAS COISAS MAIS NÃO CONHEÇO INGLES.

    • Olá Marisa!
      Depende muito, pode ser muitas coisas diferentes… Veja aqui uma imagem de folha com carências para ver se consegue identificar. Também o leite junto com a água costuma ajudar nesses casos, pode ver a receita aqui.

      Boa sorte!

  5. Verônica Veloso

    Setembro 29, 2015 at 16:20

    Sensacional seu site…obrigada, por compartilhar suas experiencias e pesquisas…

  6. muito boa esta matéria sobre plantações, faz tempo que anseio isto,mas,agora vcs me deixaram empolgado,moro em apto,vou iniciar minha horta orgânica,alem de economizar $$ e ter mais saúde.

  7. Obrigado pelas dicas, vou começar um horta em vaso com os que são mais usados em casa, tomate, pimentão, coentro e alface.
    Minha pergunta é se dá pra usar as sementes do próprio legume?

    • Olá Antonio!

      Dá sim! Pode semear a primeira vez e depois ir guardando as sementes. No caso do tomate e do pimentão, pode comprar os legumes mesmo e reutilizar as sementes.
      Boa sorte!

  8. Tô com pepino em casa já com flores vou correr para ver se consigo usar essa técnica do cotonete,

  9. Andrius Oliveira

    Janeiro 31, 2016 at 00:15

    Oi pessoal, fiz uma horta e plantei pepino, abóbora e melão, porém as flores femininas do melão não abriram e o melõezinhos estão murchando. As do pepino estão abrindo normal. Alguém Sabe o que pode ser?

  10. Realmente são com os erros que aprendemos :-).
    Eu comecei uma horta com ervas (alecrim, manjericão, sálvia, etc) e como elas ficam no quintal em vasos descobri que quando comprava as mudas em lojas fechadas assim que chegavam em casa duravam pouco tempo. Descobri que ao comprar em quiosques em que elas ficam expostas ao sol diretamente elas parecem ter uma resistência maior ao tempo.
    Agora comecei a plantar verduras, semeei em copinhos de café e estou esperando as mudas começarem a aparecer para transplantar. Tenho pensado em testar com alguns pés de alface e rúcula a técnica de hidroponia em garrafa pet.

  11. Gostei dos seus comentários. Aqui em casa também tenho uma horta, hj estou refazendo ela, pretendo plantar outras coisas além de temperos. Realmente é importante planejar, pois se perde tudo, e muitas as vezes não se sabeo porquê. Foi o caso do hortelã, já tentei inúmeras vezes plantar em vaso, mas em poucas semanas morrem e se acaba. Vou para 4 tentativa, mas agora, mas agora pesquise melhor. Vi que é interessante deixarmos um vaso ou lugar para plantio de vegetais rotativos, tipo rabanete, batata, alface etc… Ou seja, VC pode sempre colher e replantar outra coisa ali, desde que volte a cuidar da terra, antecipadamente. Bjos

  12. Vou começar o meu canteiro, por isso me interessei pela matéria. Valeu as dicas!👍🏻

Comments are closed.

© 2017 Estufa

Theme by Anders NorenUp ↑